Cuidados a ter com o seu cão no Natal


Chegada esta época festiva há cuidados especiais a ter com o seu cão.

Cuidados a ter com o seu cão no Natal


AS DECORAÇÕES DE NATAL


Quer queira quer não, na época de dezembro acaba sempre por introduzir novos objetos e odores em sua casa. Não se esqueça que 365 dias depois, voltou aos arrumos para ir buscar o pinheiro e os caixotes com os enfeites de Natal e tudo isso será um enorme estímulo, quer visual quer olfativo, para o seu cão.

O pinheiro de Natal é tão-só um brinquedo gigante que acabou de "oferecer" ao seu companheiro, que quererá cheirar, roer e eventualmente derrubar. Por outro lado, as luzes, os fios, as extensões elétricas e as decorações cintilantes em forma de bola serão uma enorme tentação. Há, por isso, alguns cuidados a ter:

- não coloque decorações no chão ou no limite das mesas;
- não enfeite o pinheiro na presença do seu cão, uma vez que, vendo-o/a à volta da árvore, a sua curiosidade vai aumentar ainda mais;
- deixe os ramos mais baixos do pinheiro sem decorações;
- proteja os fios das luzes colando-os com fita adesiva ao chão.


Depois do pinheiro enfeitado, deixe o seu cão entrar na sala. Não chame a atenção para nada e, em particular, não valorize a árvore. Mantenha a calma e deixe o seu cão explorar a novidade.

Mantenha-se atento/a e, acima de tudo, evite os berros e os "NÃO!" (que o farão valorizar ainda mais o pinheiro). Naturalmente o seu companheiro vai explorar o pinheiro e, caso ele se mostre demasiado entusiasmado, desafie-o para uma brincadeira com biscoitos ou com o seu brinquedo favorito, distraindo-o da novidade. Mantenha-se sempre vigilante e não o deixe nunca sozinho com as decorações de Natal.



NA NOITE DE CONSOADA


Esta é naturalmente uma noite de azáfama, em particular se houver crianças na família. Os níveis de exitabilidade do seu cão vão disparar, pelo que deverá tomar algumas medidas preventivas:
- mantenha as rotinas diárias;
- leve-o a desgastar energias durante o dia;
- prepare uma refeição especial para o seu companheiro e deixe-o estar com os seus brinquedos favoritos;
- dê-lhe o jantar ao mesmo tempo que ceiam;
- evite que ele ande sempre à volta da mesa oferecendo-lhe, após a ração, um fémur de porco ou de boi cru, que esteve no mínimo 72 horas no congelador (para eliminar parasitas) - ele ficará entretido a noite toda.


Possivelmente vai ter muitas pessoas em casa, pelo que deve manter-se vigilante e não permitir que ofereçam doces e petiscos ao seu companheiro. Por outro lado, se tem velas acesas preste especial atenção: um simples abanar da cauda pode derrubar uma vela e criar um problema sério.



NA HORA DE ABRIR AS PRENDAS


Este é o momento alto da noite quando existem crianças. O nível de excitabilidade vai aumentar exponencialmente, pelo que, se possível, recolha o seu cão para uma divisão sossegada. Caso tal não seja possível:
- assegure-se que o seu cão já o viu disfarçado de Pai Natal, se vai fazer esse papel esta noite (para evitar reações imprevisíveis);
- certifique-se que recolhe todos os sacos e papéis de embrulho para evitar que o seu cão os ingira;
- evite que as crianças experimentem os brinquedos a pilhas na presença do seu cão: o mais provável é desencadear reações de medo.

Acima de tudo passe uma noite feliz com os seus. Ao contrário do que possa pensar, o seu cão agradece que lhe dê alguma serenidade e descanso. Não se trata de o excluir da família - trata-se sim de não o expor a um excesso de estímulos. Por isso, ceiem em conjunto mas depois deixe-o ir para o ninho num quarto mais sossegado.



Voltar



© Dogs in class. Todos os direitos reservados